Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Viver com a bipolaridade

Tenho um único propósito, para já, pois tenho uma doença mental (riso)! Partilhar com todos, os dispensarem uns minutos para ler, os meus pensamentos e sensações. Não me deixam descrever mais. Leiam! <3

Viver com a bipolaridade

Tenho um único propósito, para já, pois tenho uma doença mental (riso)! Partilhar com todos, os dispensarem uns minutos para ler, os meus pensamentos e sensações. Não me deixam descrever mais. Leiam! <3

12.Out.17

Saúde Mental- a minha luta

Boa noite,

 

passadas poucas semanas do blog nascer já vejo tantos comentários (mais de 10 já são muitos para mim), já vejo posts destacados pelo suporte "sapo". É com tanta alegria que o vejo crescer comigo, "ser a luz de mim própria". Criei para me dar voz mais além, para encontrar pessoas como eu, como vocês. Que têm que esconder que possuem uma doença mental da sociedade para serem realmente aceites.

 

Quantas de vocês já disseram numa entrevista de trabalho, quando vos perguntam se têm alguma doença (apesar de desapropriado) que são bipolares? Ou melhor, que têm essa particularidade?! Ninguém! Ou quase ninguém? E porquê? Já sei! "Vai meter baixa!", "Não vai aguentar a pressão!", "Coitadinha é maluca". E outras mil coisas que pessoas ignorantes pensam. Ou pessoas que simplesmente não querem saber. Não se querem informar.

 

Viver com uma doença que não se vê (como uma perna partida, um dedo que falta) é viver com uma sombra invisível. Que aparece em dias de maior pressão. Pode e consegue ser controlável, em alguns casos, quando se tem a sorte de ter ajuda e pessoas que se interessem e gostem de nós (como eu tenho), mas também quando queremos ser ajudados e admitimos ter um problema.

 

Hoje estou muito feliz, pelo blog, pelo yoga, em que cantei (o mestre cantou em português e eu repeti), exercitei o corpo e estive com amigos. Perde-los por estar numa fase pior é das coisas mais atrozes que me podem fazer e tê-los das mais bonitas. Obrigado a eles, ao meu namorado e à minha família.

 

Uma boa noite cheia de fé que amanhã seja igual ou melhor.

 

PS. Dia 10 foi dia da Saúde Mental, hoje a Clínica estava cheia de coisas sobre tal. Escapou-me, mas para mim a luta é de todos os dias!

3 comentários

Comentar post